Landing Page Perfeita
Blog

AIDA: 4 letras para construir uma landing page perfeita

Rafael Damasceno

Quem trabalha com vendas sabe que muitas técnicas e estratégias de vendas foram criadas, livros escritos, cursos e palestras desenvolvidos para ensinar os profissionais dessa áreas a vender mais e melhor, sempre com foco nas necessidades dos clientes.

Mas, no fundo no fundo, mesmo o Spin Selling ou as técnicas de vendas consultivas mais modernas, as metodologias de qualificação de leads, como a BANT ou GPCT (criada pela Hubspot) têm uma longínqua inspiração em comum: a técnica AIDA.

Nest post, vamos mostrar para você como criar a landing page perfeita usando essas 4 letras.

Como criar a landing page perfeita com 4 letras

Uma landing page deve funcionar como uma máquinas de vendas automática, com o seguinte desafio: não tem um vendedor!

Portanto, o contorno de objeções, argumentações, speechs de vendas, negociação, qualificação e outras atividades devem acontecer de uma forma “automática”, na landing page perfeita.

Para isso, propomos descomplicar seu planejamento e empregar a tradicional técnica AIDA:

  1. Atração
  2. Interesse
  3. Desejo
  4. Ação

Vamos entender isso melhor?

1- Atração

O primeiro passo para a criação da landing page perfeita quase não estará presente nela, em um primeiro momento.

Trata-se de sua estratégia para atrair interessados a “clicarem” em um banner, ou encontrarem sua landing page em um mecanismo de busca.

Isso se faz de duas formas principais:

  • Mídia Paga: Tratam-se de anúncios em redes sociais, na rede de display (banners colocados estrategicamente em sites de público parecido com o seu) e o famoso Google AdWords, que são aqueles primeiros resultados que aparecem no mecanismo de busca, com uma discreta Tag “anúncio”, ao lado.    
  • Tráfego Orgânico: é gerado por uma combinação de técnicas de SEO (Search Engine Optimization) com a criação de conteúdos relevantes em blogs e mídias sociais. Usam-se ferramentas analíticas para descobrir as palavras mais procuradas nos mecanismos de busca por seu público e criam-se os conteúdos baseados nelas.

Com isso, você vai atrair potenciais clientes para sua landing page. Mas a fase de atração de uma landing page perfeita ainda não acabou!

Para começar, no caso do tráfego orgânico, os títulos que aparecem nos mecanismos de busca e as descrições que estão logo abaixo devem atrair ainda mais a atenção desses interessados em seus produtos e serviços, para que se decidam por clicar naquele link.

Para isso, eles precisam deixar claros quais os benefícios que poderão ser encontrados ao entrar naquela landing page, despertando a curiosidade do usuário.

Além disso, mesmo depois que acessam sua landing page, estudos mostram que se em 10 segundos ele não for atraído por seu conteúdo, simplemente a abandonará. Esse tempo pode variar de acordo com o tipo de landing page, seu objetivo, etc.

Por isso, imagens, cores, títulos e chamadas devem ser muito bem estudados, como veremos nos passos a seguir.

2- Interesse

Imagens, o layout da página e técnicas de copywriting são os elementos mais importantes para se despertar o interesse do leitor.

O título deve expressar de forma clara e objetiva todos os benefícios de se continuar a leitura e descobrir mais sobre o produto ou serviço oferecido.

Em seguida, um subtítulo e alguns bullets devem destacar isso, com o auxílio de ícones que ajudam a entender melhor cada detalhe.

Confira alguma dicas de copywriting que estimula a leitura do texto de sua landing page:

  • Evitar palavras longas
  • Evitar vocabulário rebuscado
  • Dar preferência para frases curtas (aproximadamente 20 palavras)
  • Evitar parágrafos com mais que 5 ou 6 linhas.
  • Não repetir palavras.
  • Usar listas de tópicos (bullets) sempre que possível.
  • Empregar a voz ativa.

3- Desejo

Interesse é uma coisa, desejo é algo bem mais intenso!

Para isso, existe uma série de elementos que podem ajudar a fazer seus visitantes se transformarem em leads (deixando seu dados em um formulário) ou mesmo em clientes.

Depoimentos

Depoimentos de clientes satisfeitos, de preferência com fotos, são excelentes para aumentar a confiança e o desejo de experimentar seu produto ou serviço.

Links para notícias veiculadas mídia

Da mesma forma, se meios de comunicação com grande credibilidade falam bem de sua marca, mostre isso em sua landing page.

Avaliações positivas em sites especializados

Quem trabalha com turismo, por exemplo, usa muito o TripAdvisor, mas avaliações positivas no Reclame Aqui, também valem.

Links para as redes sociais

Isso funciona de uma forma dupla:

De um lado, o visitante se sente confiante ao poder consultar rapidamente suas mídias sociais em busca de comentários positivos ou negativos;

De outro, isso o estimula a divulgar sua página nessas mídias ou a fazer perguntas sobre sua empresa nelas, aumentando o engajamento de suas mídias sociais.

Use vídeos

A produção de vídeos curtos pode ser a chave da construção da landing page perfeita.

Os vídeos podem ser usados tanto para depoimentos como para explicar os benefícios ou as formas de uso de seus produtos ou serviços.

São extremamente engajadores e excelentes para despertar o desejo de experimentar.

Depois de atrair, despertar o interesse e o desejo de seus visitantes, é hora de fazê-los agir. Para isso, use o chamado “call to action”.

4- Ação

O Call to Action ou CTA, (chamada para ação) é um botão que se clicado leva o visitante a realizar a ação que se deseja que ele execute ao acessar sua landing page.

Normalmente estão associados a um formulário, onde o visitante deixará seus dados de contato, transformando-se em um lead.

Caso você queira que o visitante simplesmente realize uma compra, pode prescindir do formulário, usando um CTA do tipo “compre agora mesmo” e direcionando o usuário diretamente para seu check-out eletrônico.

Veja algumas maneiras de levar a ação usando CTAs e seus formulários:

CTAs

  • Use CTAs com títulos criativos
  • Mostre no título benefícios que incluem outros decisores de compra, por exemplo: “quero surpreender minha família”
  • Dê um senso de urgência: “por tempo limitado”
  • Seja objetivo e direto
  • Use cores contrastantes com o fundo (não necessariamente vermelho, mas que destaquem o CTA)

Formulários

  • Use campos autocompletáveis, para agilizar seu preenchimento
  • Formulários menores podem aumentar a conversão, por outro lado, se forem muito curtos, não trazem informações suficientes. Saiba balancear isso caso a caso
  • Crie campos não obrigatórios
  • Apresenta sua política de privacidade no final do formulário e garanta que não fará spam ou fornecerá para outras empresas

Por fim, tanto para CTAs como para formulários, algumas pesquisas mostram que colocá-los logo no início da landing page pode aumentar conversões.

Apresentamos diversas dicas de como criar a landing page perfeita, baseados na técnica AIDA, mas lembre-se: a única maneira de comprovar sua eficácia será por meio de testes A/B.

Faça duas versões de sua landing page, teste, veja o melhor resultado, empregue essa versão e continue mudando e testando, até torná-la a landing page perfeita!

Este artigo foi escrito por Júlio Paulillo, Co-founder e CMO do Agendor, a plataforma de aprimoramento em vendas para vendedores profissionais.