Blog

Qual é o tamanho ideal para sua landing page? Exemplos e dicas!

Rafael Damasceno

Sem tempo para ler este post? Ouça a narração dele agora:

landing page exemplos

Eu escuto essa pergunta frequentemente.

E pior: com ainda mais frequência, escuto opiniões cheias de “certezas” sobre esse assunto e que passam longe do que resultados de testes reais mostram em landing page e exemplos reais de uso.

Afinal, quanto mais direta e curta uma página, melhor ela é? Ou o contrário: quanto mais conteúdo, maior a chance de converter? E mais: existe tamanho padrão para site?

Vamos entender isso.

Tamanho de landing page: exemplos e comparações

O que você diria a um vendedor?

Pela minha experiência, a grande maioria das pessoas e empresas acredita que uma página deve ser curta. “Diga o essencial o mais rapidamente possível. Ninguém tem paciência para páginas longas e com muito texto hoje em dia.”

Mas isso não passa de um grande equívoco.

Já no começo do século passado, Claude Hopkins questionava: “Alguns dizem: Seja breve. As pessoas só leem coisas curtas. Você diria isso a um vendedor experiente?”.

landing page exemplos

Se dissesse, provavelmente você seria ignorado. Afinal, o bom vendedor sabe que, a partir do momento em que ele conquista a atenção inicial de um prospect, ele deve mostrar todos os motivos pelos quais aceitar sua oferta.

Quanto mais motivos relevantes forem mostrados, maiores as chances de fechar a venda.

Para o negócio acontecer, o vendedor sabe que os benefícios que ele oferece ao prospect precisam ter mais peso do que os custos com os quais esse comprador terá que arcar.

Resumidamente, é preciso apresentar benefícios suficientes para garantir que o comprador tenha mais motivos para dizer “sim” do que para dizer “não”.

É por isso que vamos mostrar 2 tipos de landing page, exemplos de que o tamanho ideal pode variar, veja mais adiante.

OK. Mas o que funciona na internet?

Antes de nos aprofundarmos nisso, uma informação: não existe tamanho padrão de site, seja em número de páginas ou comprimento da página.

Quanto ao tamanho padrão de site no que se refere à largura, havia uma tendência de fazer em torno de 600 pixels, mas com o aumento da resolução das telas, isso tem mudado gradualmente em direção a 1.000, mas também não é uma regra imutável.

Segundo dados do site Screenresolution, apesar de a esmagadora maioria dos computadores usados no mundo terem uma resolução superior a 1.000 (mais de 50%), hoje em dia, ainda existem outras resoluções menores em uso.

O ideal é medir a resolução de sua audiência pelo Google Analytics, conforme seu site for sendo acessado.

Mas voltando ao tema: O que funciona na internet? 

Essa mesma regra de expor todos os seus benefícios cai como uma luva para as páginas da internet e nas landing pages de exemplo, que mostraremos mais adiante.

Afinal, páginas de internet não são nada mais do que “vendedores” da sua empresa. Apenas com uma pequena diferença: elas conversam com vários clientes ao mesmo tempo, 24 horas por dia.

Portanto, você não deve ficar obcecado em fazer a menor página possível. A sua preocupação deve ser mostrar todos os benefícios que você proporciona para seus clientes.

Se você precisa só de 50 palavras e alguns pixels para dizer isso, OK! E se você precisa de 10.000 palavras, 20 imagens e 5 vídeos, sem problemas também!

Portanto, o tamanho da landing page vai depender disso.

Acredite, o usuário qualificado para ser seu cliente vai querer ouvir tudo o que você tem a dizer.

Precisa de landing pages de exemplo para acreditar que isso funciona?

Em um dos nossos estudos de caso, criamos uma nova versão para a página do serviço de Recolocação Profissional, da Quality Training, uma empresa de serviços de RH.

A nossa versão da página ficou simplesmente 8 vezes maior do que a página anterior. Uma diferença brutal. Veja o comparativo da landing page neste exemplo:

landing page exemplos

O resultado dessa mudança? 662% de aumento na taxa de conversão.

Isso mesmo. Com uma página 8 vezes maior, para cada contato que a Quality conseguia antes, agora ela está recebendo mais de 7.

Mas não tire conclusões precipitadas sobre tamanho para site!

Acabamos de ver um belo case de como uma página longa pode ser eficiente, certo?

Mas a última coisa que eu quero que você ache é que “quanto maior a página, melhor”.

Definitivamente este não é o caso. Veja esta landing page de exemplo, onde o teste realizado pela 37 Signals, mostrou que a página maior resultou em uma queda de 23% na taxa de conversão (quase 1/4 de faturamento a menos!):

landing page exemplos

Acabamos de ver um exemplo de landing page longa superar sua versão reduzida. Mas agora vimos o contrário também. Isso obviamente nos leva à pergunta:

Então, qual é a relação entre o tamanho para site e a taxa de conversão?

Para a surpresa de muitos, não existe nenhuma relação direta.

O que realmente importa não é se a página é “longa” ou “curta”. O que importa é que você diga tudo o que você precisa dizer para convencer o usuário a fazer negócio com você. Mas sem usar 1 pixel a mais do que o necessário!

A regra é: diga o mínimo necessário para mover a balança do usuário a favor do “sim”.

landing page exemplos

Quanto mais objetivamente você conseguir passar valor suficiente para convencer o usuário a realizar a conversão que você deseja, maiores as chances de você ter sucesso.

A objetividade e o poder de síntese são extremamente poderosos. Como já dizia Blaise Pascal em 1657:

landing page exemplos

Mas lembre-se do que você acaba de aprender com Claude Hopkins: se, mesmo usando toda a objetividade do mundo, você precisa de uma página gigantesca para persuadir o usuário, não tenha medo.

Vá em frente, faça a página e transmita todos os benefícios que precisam ser transmitidos.

Como saber o tamanho ideal para a minha landing page?

Como sempre, não existe uma fórmula mágica universal, como vimos nas landing pages dos exemplos acima.

Mas vou lhe mostrar uma regra que pode ajudar na hora de definir o tamanho da sua próxima página.

Joe Sugarman diz que o tamanho de uma peça publicitária (no nosso caso, uma página de internet) deve depender de duas coisas:

  1. Preço: quanto mais alto o preço do que você está vendendo, maior a quantidade de argumentos que você precisará para justificar uma compra. A venda de um carro exige mais argumentos do que a venda de um chinelo.
  2. Complexidade/inovação do produto: quanto mais “incomum” um produto, mais você precisará explicá-lo e relacioná-lo ao contexto do seu usuário para convencê-lo a fazer negócio. Convencer uma pessoa que nunca usou um smartphone a pagar milhares de reais por um iPhone exige mais do que uma frase de efeito e uma bela imagem.

E para ficar ainda mais fácil, você pode ver essa mesma regra representada em uma tabela para você usar como cola:

landing page exemplos

Com base nessa regra, avalie se o tamanho de suas páginas atuais está coerente com o que você está vendendo. Se não estiver, teste logo novas abordagens!

Eu vou adorar conhecer os resultados que você obteve.