O que é Hotjar
Blog

Entenda o que é hotjar, o mapa de calor do seu site

Rafael Damasceno

Monitorar seu site e fazer análises dos resultados é fundamental para poder melhorar cada vez mais sua performance e aumentar a taxa de conversão.

Ferramentas de marketing digital tradicionais, como Google Analytics, Semrush ou Moz são extremamente úteis e, se utilizadas corretamente, podem trazer dados relevantes que, com certeza, vão ajudar a aprimorar cada vez mais a performance do seu site.

Mas e se você dispusesse de uma ferramenta visual que fornecesse um mapa mostrando os pontos “quentes” do seu site, os locais onde os visitantes mais clicam, por onde mais passam seus mouses e outras informações como essas?

Não seria fantástico?

Se você ainda não conhecia, acaba de descobrir o que é Hotjar!

O que é Hotjar e como funciona: entenda mais

Hotjar é uma ferramenta de inteligência e análise de sites que fornece dados de navegação e comportamento do usuário por meio de mapas de calor, ou “heatmaps”, como este:

o que é hotjar

Ele mostra onde os visitantes mais clicam no site.

Além desse mapa, o Hotjar tem mapas que mostram onde os usuários passaram o mouse e também um heatmap de rolagem, que mostra que locais da página os visitantes permanecem por mais tempo, conforme usam a barra de rolagem, inclusive com percentagens exatas de quantos visitante visualizam cada posição do scroll na página.

Com o uso desses mapas é possível fazer 8 diferentes testes para identificar determinados comportamentos dos usuários e utilizar essas informações para melhorar suas páginas, veja:

Como funciona o Hotjar: 8 testes que ele pode fazer

Agora que você já sabe o que é Hotjar, veja como funciona:

1- Teste de links

Com este teste é possível descobrir se os visitantes estão clicando em imagens, títulos ou outros elementos que, na verdade, não são links.

Perceber isso é muito importante pois mostra que os usuários estão tentando interagir com sua página e, ao se verem frustrados nessa intenção, podem acabar por abandoná-la.

Nesse caso é preciso proporcionar alguma interatividade a esses elementos clicados, de preferência sem fazer que o usuário deixe a página.

2- Teste de distração

Quando os mapas de movimento do Hotjar mostram que o mouse passeia erraticamente pela página, sem se concentrar nos locais de interesse e nas mensagens principais, isso indica que há elementos de distração que impedem o usuário de encontrar o que procura e ele acaba não interagindo com botões e links.

Para resolver isso é preciso pedir feedback dos usuários e redesenhar a página. O Hotjar dispõe de uma ferramenta chamada de Feedback Pool, que permite interagir com o usuário no próprio site, fazendo perguntas estratégicas para ele, veja:

O que é Hotjar

3- Teste de informação

Se um mapa de calor do Hotjar mostrar que uma área específica da página tem uma alta taxa de movimentos e cliques, enquanto outras estão sem atividade, isso indica que essa área precisa ser melhor aproveitada.

Retire os elementos que têm pouca interação e aumente as informações relevantes nas áreas altamente acessadas.

4- Teste de dispositivo

Quando existe uma diferença marcante de comportamento, cliques, visualizações e movimento em diferentes tamanhos de tela, isso indica que sua página precisa ser otimizada para os dispositivos onde a performance é pior.

5- Teste de profundidade

Muitas vezes os usuários não se dão conta que existe mais conteúdo na parte inferior de sua página. Hotjar consegue perceber isso porque o mapa de rolagem mostra que os usuários não estão chegando até esse conteúdo no fundo da página.

Na maioria das vezes isso acontece porque o design da página apresenta um “falso final”, isto é, uma faixa horizontal, um espaço vazio exagerado ou outros elementos estão dando a impressão que a página termina ali.

Além de resolver este problema de design, incluir links âncora para partes inferiores da página pode ajudar.

6- Teste de engajamento

Poucos cliques e movimento em áreas críticas de seu site exigem, mais uma vez, a solicitação de feedback dos usuários para descobrir o que eles procuram e não acham e, com estas informações, refazer o design da página. Continue monitorando e ajustando até resolver o problema.

7- “Fold” test

Fold é a parte inicial de sua página, visualizada assim que o usuário entra nela. O que está abaixo dessa área é chamado de “under the fold”, que poderia ser traduzido por abaixo da dobra.

Se um “heatmap” do Hotjar detectar que existe muito mais engajamento em áreas “under the fold”, a ação indicada é transferir estes elementos para a parte inicial de visualização da página ou incluir links âncora na visualização inicial direcionando para essas áreas de alto engajamento.

8- Teste do ‘Header”

A parte superior da página, onde é comum se colocar um menu de navegação, muitas vezes está roubando atenção de seus usuários e espaço para outras informações importantes.

Quando os “heatmaps” do Hotjar detectam uma grande interação com essas áreas, isso mostra que os usuários estão apelando para o menu principal pois não conseguem achar intuitivamente, navegando livremente pelo site, as informações que desejam, indicando que é preciso repensar seu layout.

Agora que você entendeu melhor o que é Hotjar, veja algumas alternativas.

Outras ferramentas de mapas de calor

Clicktale

Uma ferramenta que usa a análise da linguagem corporal dos usuários além dos “heatmaps” para fornecer insights para a otimização de sites.

O Cliktale conta com 5 tipos de heatmaps: movimento do mouse, clicks, atenção, rolagem e análise de links, que fornece dados estatísticos pormenorizados do comportamento dos usuários.

Crazy Egg

O site se define como um par de óculo e raios X que permite que você veja exatamente o que as pessoas estão fazendo em seu site.

Os heatmaps disponíveis no Crazy Egg são 3: o mapa de clicks, o mapa de rolagem e um mapa que eles chamam de confete, que indica a origem dos cliques em seu site e quais são as origens que geram mais cliques.

Agora, além de saber o que é Hotjar, você também conheceu o Crazy Egg e o Clicktale.