Blog

Vídeo Marketing: formatos de vídeos para aumentar conversão

Rafael Damasceno

A disputa pelo espaço no marketing digital está cada vez mais acirrada, e quem deseja um lugar ao sol precisa encontrar formas de se diferenciar e garantir conversões de leads e vendas.

E quem entra como destaque para ajudar nessa missão são os vídeos!

De acordo com uma pesquisa da Video Brewery, 90% dos compradores on-line disseram que comprariam em sites que exibem seus produtos em vídeo.

Ou seja, temos uma tendência de que vídeos ajudam nas taxas de conversão.

Mas quais são os melhores formatos para apostar?

Neste artigo, vamos explicar a importância de investir em vídeos para aumentar a conversão e mostrar os 10 melhores formatos de vídeos.

Vamos nessa?

Por que investir em vídeos pode ajudar a aumentar suas conversões?

Os vídeos são reconhecidamente uma boa forma de atrair e engajar o público. Trata-se de um formato muito dinâmico, e a própria ciência explica sua eficácia.

De acordo com especialistas em neuromarketing, o cérebro humano possui mais capacidade de absorver imagens do que textos. Na prática, isto explica o porquê vídeos cresceram tanto nos últimos anos.

Além da diversidade de formatos a serem trabalhados, é uma ótima forma de transmitir uma mensagem mais clara ao público, e é algo fácil de ser consumido em qualquer lugar e a qualquer hora.

Mas os benefícios de explorar os vídeos na sua estratégia de marketing não param por aí. Há formatos de vídeos para todos os estágios da jornada de compras.

O grande benefício de investir em vídeo marketing está na possibilidade de utilização desse formato em todos os estágios da jornada de compras. E para ter um ROI positivo com essa estratégia, é preciso levar em consideração qual etapa o lead está.

90% dos consumidores afirmam que o vídeo ajuda “na tomada de decisão” (Forbes). Crédito: backlinko.com.

Afinal, alguém que está na etapa de descoberta, precisa de conteúdos diferentes de alguém que já está na fase de consideração.

Ter isso em mente permite guiar todos com mais eficácia.

Vídeo é o formato de conteúdo favorito do público

Ter um relacionamento com o público é fundamental. As estratégias de conteúdo são excelentes para tal, pois agregam valor, criam um tom assertivo e demonstram a personalidade da sua empresa.

E o melhor formato para transmitir isso são os vídeos, que já correspondem ao conteúdo favorito do público.

Tanto que estudos já apontam que o vídeo representará 84% de todo o tráfego da internet. Além disso, seu engajamento é 1.200% maior do que o de outros formatos. Isso mostra o quanto as produções audiovisuais são indispensáveis para o seu negócio.

Fonte: backlinko.com.

Vídeos são persuasivos

Quando falamos de conversões, essa qualidade não poderia faltar. Um grande benefício do vídeo está no seu poder de persuasão, capaz de aumentar em até 80% a taxa de conversão de uma Landing Page.

Isso significa que você não só atrairá os clientes certos, como também conquistará mais vendas, podendo ainda fidelizá-los.

10 formatos de vídeos para aumentar a conversão das suas páginas

Agora que você já conheceu o porquê de investir em vídeos para aumentar suas taxas de conversões, é hora de explorar e conhecer os formatos de vídeos para essa estratégia.

São 10 opções para você dar play. Vamos lá!

FAQ Vídeo

Dentro da jornada de compra, é comum o cliente ter dúvidas recorrentes sobre o produto ou sobre o negócio. Elas podem variar entre dúvidas pequenas, como entender os meios de pagamentos e o prazo do frete, por exemplo, e também dúvidas mais complexas, como o funcionamento do suporte da empresa.

Para responder todas essas questões em um só local, o formato de vídeo FAQ pode ser interessante. Com um vídeo de perguntas e respostas, além de resolver as dúvidas da audiência, você também tem a possibilidade de vencer outras possíveis objeções de compras que os visitantes possam vir a ter.

Por isso, é legal que você esteja atento(a) ao que os seus clientes estão perguntando. Assim, você terá em mãos ótimas ideias para fazer seu FAQ.

Top 10

Listas sempre geram mais engajamento, e os vídeos de Top 10 entram como uma ótima sacada na estratégia de vídeo marketing. Esse tipo de vídeo consegue ser reconhecido por todos, e garante a simpatia do público. Além disso, é um dos tipos de vídeos mais fáceis de serem consumidos.

O vídeo de Top 10 pode ter várias finalidades, como apresentar dicas para a rotina de trabalho, ou mostrar os melhores produtos para determinado nicho.

Para o usuário, significa que a empresa o está ajudando a reduzir sua pesquisa para chegar até uma escolha, gerando conexão entre ambos.

Vídeo de cases de sucesso

Você já decidiu fazer algo na vida que parecia impossível, mas que você viu outra pessoa conseguir? Não passa um sentimento de que “se essa pessoa conseguiu, eu também posso”?

Os vídeos com cases de sucesso não só garantem para o seu cliente que você está oferecendo algo realmente eficaz, como também deixa o produto ou serviço mais real, pois normalmente, as pessoas compartilham objeções e desafios que encontram no caminho.

Não se preocupe com algum ponto negativo que o seu cliente apresentou. Isso pode até mesmo fortalecer a imagem da empresa, demonstrando que ela não tem medo dos seus erros. O importante é apresentar a forma com que a sua empresa realmente ajuda seus clientes.

Depoimentos

Diferente dos cases de sucesso, os “vídeos depoimento” são mais espontâneos e não necessariamente estão ligados a um grande resultado.

Eles mostram a satisfação do cliente, aumentando a autoridade da marca e ajudando o usuário a se sentir mais confiante em realizar uma compra com você.

É importante que os vídeos tenham um tom mais natural e sejam verdadeiros, afinal, serão produzidos pelo próprio cliente. Assim, o visitante poderá se sentir mais representado, sem a sensação de estar sendo enganado ao ver que o vídeo não transmite algo verdadeiro.

Vlogs

Quer uma maneira de melhorar seu relacionamento com os fãs e ainda aumentar a autoridade? Então aposte nos vlogs.

São vídeos produzidos em um formato semelhante a um diário (assim como os blogs inicialmente foram criados para que a pessoa contasse algo da sua vida).

Assim, você pode criar um vlog no qual compartilha os segredos da sua rotina, algo que ajudará também a persona.
Essa é uma estratégia que deixará a audiência mais conectada com a sua marca, o que poderá ajudar em futuros lançamentos, por exemplo.

Entrevistas

Entrevistas correspondem a um dos melhores formatos para gerar autoridade de forma quase instantânea. O segredo está em pegar uma referência do seu público e fazer essa parceria.

Isso mostra não somente o conhecimento do entrevistado, como também passa a ideia de uma conexão entre vocês.

Ao fazer uma entrevista, procure deixar o ambiente e o tom da conversa mais pessoal, mas não se esqueça de ter uma espécie de roteiro, com questões que você considera relevantes para a sua audiência. Assim, você garante que o vídeo terá um valor muito grande para o seu público.

Resenhas

Um formato que ganhou bastante destaque no meio cultural, os vídeos de resenhas são encontrados de forma massiva no YouTube, no qual muitos canais ganharam visibilidade com resenhas de filmes, livros, games e até mesmo maquiagem.

Sua empresa também pode se aproveitar deste formato, com resenhas de produtos ou serviços oferecidos por vocês.

Essas resenhas também podem servir como vídeos de demonstração de produto, afinal, é como se o produto estivesse em uma vitrine e uma pessoa explicasse como ele funciona.

Mas uma coisa é certa: resenhas são o formato certo para mostrar como seu produto pode ser a solução para o problema de um potencial cliente.

Vídeos institucionais

Falar da empresa pode ser uma situação delicada. Afinal, como fazer o seu público entender a mensagem, sem parecer algo forçado demais?

Com o vídeo institucional, você consegue cumprir essa missão. Uma técnica que ajudará, e muito, é o storytelling.

Essa arte de contar histórias faz com que o seu vídeo deixe de ser uma produção que às vezes passa despercebida para gerar emoções e criar empatia com a audiência. Assim, o seu vídeo institucional terá maior poder de persuasão, e será mais efetivo para conversão.

Teasers

Os teasers servem para dar uma pequena amostra de um vídeo ou campanha maior. É muito comum no cinema, pois gera aquela expectativa.

Sua empresa pode utilizar esse formato para anunciar o lançamento de um produto ou serviço, aumentando a lista de interessados e provocando o desejo no público de consumi-lo.

Não há regra para a produção de teasers. Algumas empresas optam por cortar trechos mais atraentes de um vídeo principal, outras criam teasers do zero. Não importa qual seja a sua opção, um bom teaser conseguirá provocar e engajar sua audiência.

Webinars

O webinar é um seminário on-line capaz de atrair e engajar muito a sua audiência. Por ser feito, de forma geral, ao vivo, os apresentadores têm a possibilidade de interagir com os inscritos de maneira mais próxima, mostrando autoridade no assunto tratado.

Métricas de vídeos para acompanhar que impactam na conversão

“O que não pode ser medido, não pode ser melhorado”

Por semana, o brasileiro assiste, em média, cerca de 16 horas de vídeos internet. Além disso, 43% do público de nosso país admite que os vídeos atuam como fonte primária de informação, sobre produtos ou serviços que pensam em adquirir.

Estes dados acima são do Google e ajudam a compreender o motivo das estratégias de vídeo marketing estarem em alta, sendo utilizadas por cada vez mais empresas.

Mas, para garantir sucesso na estratégia, gerando atração e conversão de leads, é preciso acompanhar e mensurar métricas de vídeo marketing certas.

Ao acompanhar as métricas de vídeo, a sua empresa poderá:

  • Conhecer melhor o comportamento do público diante do seu conteúdo, para avaliar os padrões de consumo. Assim, você é capaz de compreender quais os canais e formatos fazem mais sucesso;
  • Melhorar os processos internos das equipes de marketing e vendas. Isso permite entender o nível de qualificação dos leads gerados, entre outros aspectos;
  • Avaliar a linguagem utilizada e como a mensagem está sendo transmitida para o público.Com isso, fica mais fácil ajustar e otimizar o conteúdo e a mensagem transmitida pelo vídeo.

Quer saber quais são elas? Então continue a leitura deste artigo. Vamos lá?

Para cada canal, métricas de vídeo diferenciadas

Um aspecto fundamental a ser levado em consideração, em qualquer estratégia de vídeo marketing é o canal utilizado para transmitir o vídeo. Para cada canal, existem métricas distintas a serem mensuradas, avaliadas e acompanhadas.

Por exemplo, em plataformas de vídeos, como o Youtube e o Vimeo, contam com métricas específicas. Elas incluem taxa de visualização, tempo médio de retenção do público, taxa de abandono e assinantes do canal.

Já nas redes sociais, como Instagram e Facebook, outras métricas relevantes precisam ser mensuradas. Por exemplo, quantos curtidas e compartilhamentos o vídeo gerou, se ele gerou mais acessos para a página de sua empresa na plataforma, entre outras.

Já se o vídeo for postado diretamente em seu site ou blog, é preciso avaliar, por exemplo se o tempo de carregamento do vídeo não afetou a taxa de rejeição da página. Ou quantas vezes os usuários deram play no vídeo ao entrarem na página.

Para cada objetivo, métricas de vídeo diferenciadas

Assim como os canais utilizados para disponibilizar o conteúdo em vídeo influenciam nas métricas, os objetivos da estratégia de vídeo marketing também interferem nesses dados.

Por exemplo, se o objetivo primordial da estratégia é captar leads, a métrica mais importante a ser acompanhada será o número de conversões a partir do CTA do vídeo.

Por outro lado, se o objetivo é produzir um vídeo viral e carregue com ele uma imagem positiva da empresa, é preciso acompanhar métricas como o número de compartilhamento, curtidas e comentários.

A seguir, vamos explicar em detalhes cada uma das métricas acima. Você vai entender a importância delas e de alguns outros números fundamentais para a sua estratégia.

Taxa de retenção

Mensurar a taxa de retenção dos vídeos é fundamental. Por meio dessa métrica de vídeo, você consegue identificar o nível de envolvimento das pessoas que assistem ao seu conteúdo on-line. Você deve acompanhar, de perto, os relatórios que mostram quanto tempo os usuários permanecem assistindo suas gravações.

Existem diversas plataformas que oferecem esse tipo de mensuração, entre outras opções de métricas de vídeos, como o YouTube, por exemplo. Pesquise e escolha a que combina mais com o seu propósito e valor de investimento disponível, pois algumas plataformas de vídeo são pagas.

Lembre-se: quanto mais tempo seu público passa assistindo aos seus vídeos, maior a chance do conteúdo ser considerado interessante e útil. Mas, caso a taxa de retenção esteja baixa, atenção! Sua gravação pode ser cansativa, e mesmo que atraia cliques, com certeza acaba sendo abandonada antes do final.

Engajamento

Existem outras métricas de vídeos para analisar se a sua audiência está, realmente, engajada com o conteúdo – além da eficaz taxa de retenção. São elas:

  • Número de curtidas
  • Comentários
  • Compartilhamentos

Nos ambientes digitais de relacionamento, os produtos audiovisuais têm grande valor e requerem cada vez mais qualidade e diferenciais competitivos. Além disso, fique atento(a) às características de cada rede social. Cada uma foi criada com um propósito definido que precisa ser respeitado.

Para vídeos divulgados no Facebook, por exemplo, vale a pena colocar legendas no conteúdo, uma vez que a mídia oferece ao usuário a possibilidade de assistir aos vídeos com ou sem som.

Já para gravações destinadas ao Instagram, elas não podem passar de um minuto total de duração para que consigam ser exibidas do início ao fim.

Replay

A taxa de replay é muito útil para medir quais conteúdos geram mais impacto no público. Esta métrica indica quantas vez o conteúdo foi revisto.

Isto indica que o vídeo, ao ser assistido de forma repetida, possui informações que o público está verdadeiramente interessado em reter. O que pode ser utilizado como orientação sobre qual linha de conteúdo seguir.

Número de comentários

Uma métrica de vídeo muito importante e que ajuda a compreender a capacidade de viralização do conteúdo e o engajamento é o número de comentários que ele gerou.

Quanto mais comentários, mais os usuários estão envolvidos com o material. Avalie como são os comentários, se são positivos ou negativos, se apresentam muitas dúvidas (o que indica que algo no assunto pode ser melhor abordado), entre outros aspectos.

Procure incentivar o espectador a comentar e, quando possível, responda as dúvidas e agradeça aos elogios. Pois, assim, os espectadores se sentirão mais motivados a comentarem seus vídeos.

Desempenho

Entendida a importância de se medir a retenção e o engajamento dos seus vídeos, é hora de também voltar sua atenção para o desempenho desses conteúdos. Como? Analisando o número de visualizações dos seus vídeos para saber quais são os mais, e quais são os menos atrativos ao seu público.

Ao trabalhar essa métrica de vídeo, é fundamental avaliar os resultados obtidos e entender quais são os canais de divulgação que lhe dão mais números de views. Liste-os em ordem decrescente e trabalhe nessa lógica!

Para facilitar ainda mais esse tipo de análise de desempenho, o Aio, por exemplo, disponibiliza relatórios completos em relação a quem está assistindo seus conteúdos e os seus respectivos envolvimentos. Isso facilita na hora de contabilizar até quem está assistindo, se a sua estratégia for um vídeo de endomarketing, por exemplo.

Audiência fiel

Outra métrica de vídeo que não pode deixar de ser acompanhada e valorizada é a de audiência fiel. Identifique e mapeie quem são aquelas pessoas que sempre assistem aos seus vídeos e, inclusive, se cadastram para recebê-los. Como produtor de vídeo, é necessário oferecer a possibilidade desse público frequente se tornar assinante do seu conteúdo.

Ao planejar esse estreitamento com seu telespectador, invista na inserção de e-mail marketing e na criação de Landing Pages, por exemplo. Com essas ações digitais, você terá acesso a dados qualificados de quem assiste, com frequência, aos seus vídeos. E, a partir dessa pesquisa, terá também a chance de começar a produzir conteúdos personalizados.

A audiência fiel também tem grande potencial para se tornar defensora da sua marca, além de multiplicar seu discurso. Dessa forma, irá, a longo prazo, lhe auxiliar no aumento das vendas. Mas, para essa conquista, sempre comunique as novidades para esses usuários e faça convites para que continuem a acessar os seus vídeos.

Assinantes

Em plataformas de vídeo, como o Youtube, um dos principais objetivos de uma empresa é o de conseguir mais assinantes (ou inscritos) do canal que a empresa mantém por lá.

Isso cria uma relação de fidelidade entre marca e consumidores. Por isso, procure incentivar durante os vídeos que os espectadores assinem o canal da empresa para que continuem ligados no que ela produzir.

Quanto mais inscritos em seu canal, maior será o envolvimento e o interesse do público no seu conteúdo. Essa é uma métrica de vídeo muito interessante de acompanhar quando o objetivo for aumentar o reconhecimento de marca e fazer o branding.

Tempo de carregamento do vídeo

Especialistas dizem que, normalmente, os espectadores de vídeos on-line costumam desistir do conteúdo caso a gravação não inicie ou carregue em dois segundos. Sendo assim, avalie constantemente o tempo de carregamento dos seus vídeos para identificar qualquer problema.

A métrica de vídeo relacionada ao tempo de carregamento está diretamente associada à tecnologia que você escolheu para a hospedagem e para a entrega dos seus conteúdos.

Por isso, destaca-se aqui a grande importância de optar por uma plataforma profissional, e, assim, evitar a temida métrica de taxa de abandono.

Uma boa alternativa é experimentar uma plataforma exclusiva para inserir seus vídeos, na qual você consiga controlar quem tem acesso ao conteúdo e acompanhar, em tempo real, o desenvolvimento desse público ao longo das suas publicações.

Viu como é importante mensurar os resultados? Agora, vale incluir um trabalho constante dessas cinco métricas aliadas a uma estratégia de marketing eficiente no dia a dia.

Taxa de abandono

A taxa de abandono indica em qual momento do vídeo o usuário interrompeu a execução dele e foi para outra página.

Se você identificar um padrão do momento de abandono de um vídeo, é preciso analisar o que está motivando o usuário a deixar o vídeo e ir ver outra coisa. A partir disso, basta modificar o conteúdo para que ele retenha mais os espectadores.

Conclusão

Como você viu, existem muitos formatos de vídeos que podem otimizar seus resultados de marketing e vendas.

Claro que, para isso, é muito importante saber ouvir a audiência e conseguir alinhar as produções ao público, personalizando o máximo possível.

Lembre-se também de que o ideal é que o vídeo esteja bem estruturado em uma estratégia, seja exclusivamente de vídeo marketing ou não.

Agora, é só se planejar e dar play na sua estratégia!